Notícias

25 de fevereiro de 2015 - 08:39

Valdir Colatto quer redução do óleo diesel e energia; Governo não abre mão e dificulta negociações

Valdir Colatto quer redução do óleo diesel e energia; Governo não abre mão e dificulta negociações

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, recebeu hoje à tarde uma comissão de deputados da Frente Parlamentar da Agricultura para dialogar sobre a crise dos caminhoneiros. O deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), que acompanhou a reunião, questionou o ministro sobre os valores abusivos do óleo diesel. “O ministro disse que o governo está inflexível e não irá abaixar o preço do combustível, o que foi justamente o estopim para o início da paralisação dos caminhoneiros e transportadores”, disse.

O parlamentar catarinense questionou também a política econômica do governo. Na opinião do deputado, enquanto o barril de petróleo no mercado exterior caiu o preço, no Brasil as bombas de combustíveis estão acima dos valores praticados no cenário internacional. “Essa atual política econômica do governo visa claramente cobrir os rombos da Petrobras e, mais uma vez, quem paga a conta é o produtor rural, a indústria, o comércio, os caminhoneiros e o consumidor final”, frisou.

Segundo o ministro Miguel Rossetto, o governo está estudando a sanção do Projeto de Lei dos Motoristas, aprovado pela Câmara dos Deputados no início do mês. “Nos debruçamos em cima de um texto durante dois anos que atendesse os motoristas, os sindicatos, entidades de classe. Espero, sinceramente, que o governo tenha celeridade e aprove esta matéria que contempla a todos os envolvidos”, lembrou Valdir Colatto.

Na opinião do parlamentar catarinense, a paralisação dos caminhoneiros é muito mais grave do que o governo imagina. “A verdade é que essa crise é reflexo dos números ruins da economia brasileira. E essa greve tem a adesão do povo brasileiro, em razão dos recente aumentos abusivos do óleo diesel e da energia elétrica”, disse.

Entre as alternativas que o governo estuda inicialmente é a renegociação do financiamento dos caminhoneiros e reexaminar os valores de frete com as empresas transportadoras e embarcadores.

Mais cedo, o Deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) protocolou um ofício na Presidência da República, solicitando ao governo que busque uma solução imediata para a paralisação. Segundo o parlamentar, caso a greve permaneça por mais alguns dias, toda a cadeia produtiva até o consumidor final será seriamente prejudicada. “É preciso que o governo tenha ciência da dimensão do problema. A paralisação é muito séria e o movimento está disposto a permanecer firme nas estradas”, concluiu.

Esclarecimentos sobre o Projeto de Lei de Política Nacional de Fauna  - (PL 6268/2016)
Medidas Contra a Corrupção
Lei 13.288/2016
PEC 215
Informativo
Cartilha Nova Lei dos Motoristas
Rádio Colatto Online
Código Florestal Brasileiro