Notícias

9 de fevereiro de 2017 - 15:10

CPI da Funai e Incra investigará Centro de Trabalho Indigenista

CPI da Funai e Incra investigará Centro de Trabalho Indigenista

Brasília, 9 de fevereiro de 2016 – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de irregularidades na atuação da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na demarcação de terras indígenas e quilombolas aprovou, nesta quarta-feira (8/2), requerimento número 80/2016, que quebra o sigilo bancário e fiscal do Centro de Trabalho Indigenista (CTI).

O autor do requerimento, deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), também relator da CPI, fez acordo para retirar a investigação de pessoas físicas, ficando apenas a investigação na ONG.
Havia outros três requerimentos para serem aprovados, mas o Partido dos Trabalhadores (PT) obstruiu a votação na comissão, que teve duração de quase quatro horas.

O deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC), sub-relator da CPI, disse que é preciso apurar a conduta do Centro de Trabalho Indigenista. “A quebra do sigilo bancário e fiscal é o meio mais eficiente para que verifique a existência de irregularidades. Se não devem, para eles é um atestado de idoneidade”, disse.

Colatto ainda lembrou que os indígenas possuem 110, 9 milhões de hectares de terras no Brasil, que corresponde a 13% do território nacional, para uma população 896 mil índios. “Queremos garantir que essas terras estão usadas de forma correta”, afirma.

Rádio Colatto

Modernização da Lei Trabalhista

Rádio Colatto Online
Horário de Verão
Modernização Trabalhista
AGRO é pop
Esclarecimentos sobre o Projeto de Lei de Política Nacional de Fauna  - (PL 6268/2016)
Medidas Contra a Corrupção
Lei 13.288/2016
PEC 215
Informativo
Cartilha Nova Lei dos Motoristas
Código Florestal Brasileiro