Notícias

28 de junho de 2017 - 21:28

“Aprovamos a MP que irá regularizar a questão fundiária urbana e rural”, defende Colatto

Câmara aprovou na madrugada desta quarta-feira (28), a Medida Provisória 759/16 que define novas regras sobre regularização fundiária rural e urbana

“Aprovamos a MP que irá regularizar a questão fundiária urbana e rural”, defende Colatto

Chapecó 28/06/2017 – O Plenário da Câmara dos Deputados concluiu a votação de emendas do Senado à Medida Provisória 759/16 que define novas regras para a regularização fundiária rural e urbana. A partir de agora, a matéria será enviada à sanção presidencial.

A Medida Provisória já havia sido enviada à sanção pelo Senado quando da votação naquela Casa, no entanto, após a concessão de uma liminar pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso no dia 20 de junho, a medida teve de retornar à Câmara.

Em sua liminar, o ministro havia atendido o pedido de deputados e senadores do PT que questionaram a aprovação, pelo Plenário do Senado, de emendas consideradas pelo relator da matéria, senador Romero Jucá (PMDB-RR), como de redação, aquelas destinadas apenas a corrigir vício de linguagem ou incorreção de técnica legislativa. Barroso manifestou-se favorável há ao menos três delas que alteram o mérito do texto aprovado pela Câmara. Deste modo, determinou nova votação pelos deputados, suspendendo seu envio à Presidência da República para sanção.

O deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), membro titular da comissão mista que analisou a Medida Provisória (MP) 759/16, apresentou 16 emendas ao texto. Algumas das sugestões foram acatadas, e estão no texto final aprovado. Dentre as propostas acatadas, está a que trata da anuência dos confrontantes para regularização de imóveis. A partir da sanção da nova lei, quando os confrontantes não forem localizados, a comunicação se dará via publicação legal, ou ainda, por correspondência com aviso de recebimento e o silêncio do confrontante, após transcorridos 15 dias, deverá representar o aceite das informações apuradas no memorial descritivo.

Para Colatto, essa MP é a mais importante enviada ao Congresso pelo Governo Federal. “A MP 759/16 é um dos mais importantes projetos que o governo apresentou, pois permite escriturar terrenos rurais e urbanos, inclusive terras de assentamentos de Reforma Agrária que há mais de 30 anos aguardam regularização”, ressalta.

Rádio Colatto

Auxílio para os Hospitais Filantrópicos de Santa Catarina

Rádio Colatto Online
Horário de Verão
Modernização Trabalhista
AGRO é pop
Esclarecimentos sobre o Projeto de Lei de Política Nacional de Fauna  - (PL 6268/2016)
Medidas Contra a Corrupção
Lei 13.288/2016
PEC 215
Informativo
Cartilha Nova Lei dos Motoristas
Código Florestal Brasileiro